Contos | O Boy da The Week


A melhor festa LGBTQ+ do RJ. No dia era O Fervo da Lud, com shows da Ludmilla, IZA e Karol Conká. 
    Tinha ido com os meus amigos e amigas, por mais que fosse uma festa LGBTQ+ não estava pensando em pegar ninguém.
     Curtimos, dançamos e no meio da apresentação da Lud, vi que tinha um boy me olhando, faltava menos de 1:30 pra festa acabar, vi que ele era gostoso e pensei "porque não?". Dei um mole pra ele, a gente ficou se paquerando por um tempo. Até que ele foi pra fora de boate. 
     Saí, encontrei com ele e fomos pra um "beco" que ficava do lado da casa noturna, dava pra ouvir o som do show bem alto. O papo que tivemos foi pouco. Perguntei o nome dele: Leandro, e se tinha camisinha, eu não tinha nenhuma pois como disse, tinha saído sem a intenção de pegar alguém.
      Começamos a nos beijar a boca estava quente e com gosto de menta. O cara realmente era gostoso, não me aguentei, da boca fui pro pescoço, depois peitos e mamilos, abdômen, até chegar na melhor parte: o pau.
       E que pau. Já tinha visto maiores, tinha uns 17 cm, mas ele era grosso, tive dificuldade de colocar além da cabeça na boca. Mamei e só com a minha mamada ele já estava gemendo kk, com sorte ninguém mais podia nos ouvir, por causa do som da festa e dificilmente alguém ia passar ali, já que eram mais de 2 da manhã. 
        Então continuei mamando, quanto mais ele dava aquele gemido gostoso, mais vontade sentia de mamar, mas não podíamos demorar muito, faltava só uns 40 minutos pra festa acabar. Então levantei na pra deixar ele colocar a camisinha, sou versátil e queria ser o passivo daquela vez, mas o boy era só passivo e a bunda dele era tão gostosa que nem discuti.
        Abaixei as calças, já esta a super duro, coloquei a camisinha, e entrei nele. Meu pau entrou deslizando fácil, já dava pra ver que o cu era largo do jeito que eu gosto. 
         Meti e ele gemeu, e quanto mais ele gemia mais duro eu ficava e mais eu metia, ele pediu pra ir mais rápido e mais forte. Então comecei a socar com força  aquele buraco. O tipo da camisinha era aquela fina pra melhorar a sensação, e olha, ela funciona.
          Conseguia sentir um tesão imenso por aquele cara. O quente do cu dele e a sensação da minha cabeça entrando e saindo daquele rabo. Depois de uns 20 minutos de foda intensa. Tirei dele, tirei a camisinha e ele se abaixou, queria que eu jorrasse meu gozo na cara dele.
          Ele mamou pra aumentar meu tesão. Com aquela boca era difícil se segurar, soltei gozei na cara e na boca dele, e ele ainda "limpou" meu pau com boca, ele levantou, nos beijamos mais um pouco e nos despedimos.
          Voltei pra festa bem na hora de terminar. Encontrei meus amigos, contei o tinha feito (com menos detalhes, claro).
          Curtimos mais um pouco e fomos embora. Com certeza aquela foi a melhor foda de lugar público que já tive.

Postar um comentário

0 Comentários